Implanon: suas dúvidas respondidas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Implanon: suas dúvidas respondidas

Quando você ouvir a palavra “Implanon” pode imediatamente pensar em “implante anticoncepcional”.

Trata-se de um método contraceptivo hormonal (ele libera hormônios em seu corpo) que consiste na inserção de uma pequena haste em seu braço e… é isso – você fica protegida de uma gravidez por até três anos.

Como funciona o Implanon?

O implante anticoncepcional é uma haste minúscula, fina, macia e flexível, do tamanho de um palito de fósforo. Essa haste é feita de etileno vinil acetato, um plástico não biodegradável, ou seja, que não se dissolve no organismo. O Implanon funciona liberando um hormônio derivado da progesterona – o etonogestrel – na corrente sanguínea, junto com outros hormônios.

Esses hormônios  previnem a gravidez de duas maneiras:

  • Engrossando o muco do colo do útero, impedindo que os espermatozoides cheguem ao óvulo. Quando o espermatozóide não encontra um óvulo, a gravidez não acontece.
  • Impedindo que os óvulos saiam dos ovários (a chamada ovulação). Dessa forma, não há óvulos liberados para serem fertilizados.

Uma das vantagens do Implanon é que ele dura muito tempo – até 3 anos – mas não é permanente. Ou seja, se você decidir que deseja engravidar ou não quiser mais o implante, pode simplesmente pedir ao ginecologista para removê-lo.

Qual a eficácia do Implanon?

O implante é um dos melhores métodos anticoncepcionais que existem, sendo mais de 99% eficaz. Isso significa que menos de 1 em cada 100 pessoas que usam o Implanon engravidará a cada ano. É uma ótima taxa de eficácia (lembrando que não existe método contraceptivo 100% eficaz).

Quanto tempo leva para o Implanon funcionar?

Se você fizer a inserção do implante durante os primeiros 5 dias do seu período menstrual, já está imediatamente protegida contra a gravidez. Se você fizer o implante em qualquer outro momento do seu ciclo, use alguma outra forma de controle de natalidade (como preservativos) durante a primeira semana.

Como o Implanon é colocado?

No consultório, o ginecologista administra uma injeção para anestesiar uma pequena área do braço. Em seguida, usa uma ferramenta especial de inserção para deslizar o implante sob a pele. A colocação do implante leva apenas alguns minutos.

A maioria das pessoas sente apenas um pequeno beliscão ou ardor ao receber a injeção anestésica. Depois disso, você não será capaz de sentir o implante sendo inserido. Passado o efeito da anestesia, pode ser que sinta um pouco de dor no local onde o implante foi inserido, mas passa rapidamente.

Você pode sentir dor ou inchaço ao redor do implante por alguns dias e a região pode ficar com um aspecto de machucada por uma ou duas semanas. Mas o ginecologista deve dar instruções precisas de como lavar e cuidar da pele ao redor do implante nos primeiros dias.

Quais as vantagens e desvantagens do Implanon?

O Implanon oferece contracepção eficaz e de longo prazo. Entre os benefícios, temos:

  • O implante é mais de 99% eficaz;
  • Depois da colocação, você não precisará se preocupar com métodos contraceptivos por três anos;
  • Indicado para mulheres que não podem usar anticoncepcionais com estrogênio;
  • Útil para mulheres que têm dificuldade em se lembrar de tomar um comprimido na mesma hora todos os dias;
  • O Implanon pode ser retirado rapidamente em caso de não adaptação;
  • É possível removê-lo a qualquer momento e a fertilidade da mulher não será impactada.

Entre as desvantagens, podemos citar duas importantes: a primeira é que, além dos possíveis efeitos colaterais citados acima, é importante frisar que, assim como diversos outros métodos contraceptivos, o Implanon não a protege de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). E a segunda é o valor, que costuma ser mais alto que outros métodos.

Quais são os possíveis efeitos colaterais do Implanon?

Os hormônios no Implanon podem causar efeitos colaterais em algumas pessoas, mas isso não acontece com todas as pacientes – é importante lembrar que a maioria usa o implante sem qualquer problema. Além disso, os efeitos colaterais negativos geralmente desaparecem após alguns meses, assim que seu corpo se acostuma com o implante. 

O efeito colateral mais comum é a menstruação irregular (também conhecida como spotting), especialmente nos primeiros 6-12 meses. A maioria das mulheres, no entanto, relatam menstruar menos ou mesmo parar de menstruar por completo após a colocação do Implanon.

Outros possíveis efeitos colaterais (não tão comuns) incluem: dores de cabeça, dor nos seios e náuseas. Também pode haver dor temporária, hematomas ou infecção no braço onde você colocou o implante. E tudo isso deve ser acompanhado de perto por seu médico.

É importante ressaltar, no entanto, que o controle da natalidade não deve fazer você se sentir mal, não deve ser um problema, mas uma solução. E, felizmente, existem muitos tipos diferentes de métodos contraceptivos, ou seja, você tem opções caso os efeitos colaterais negativos persistam após a colocação do Implanon. Converse com o seu ginecologista.

Para quem o Implanon não é indicado?

Seu ginecologista pode desencorajar o uso do Implanon se você:

  • Tem alergia a qualquer componente do implante;
  • Teve coágulos sanguíneos graves, um ataque cardíaco ou um derrame;
  • Têm tumores ou doença hepática;
  • Teve ou suspeita ter câncer de mama ou tem histórico de câncer de mama na família;
  • Apresenta algum sangramento anormal ainda não diagnosticado.

Embora o Implanon não seja contra-indicado para uso em mulheres com sobrepeso, é possível que o dispositivo não seja tão eficaz em pacientes com índice de massa corporal (IMC) acima de 30. Da mesma forma, quem faz uso de determinados medicamentos que podem diminuir a eficácia do Implanon também deve conversar com o ginecologista para entender se o implante é mesmo a melhor opção.

Como é feita a remoção do Implanon?

O Implanon funciona por três anos e seu ginecologista deve removê-lo assim que expirar. E, como já explicado, você também pode retirar o implante a qualquer momento antes disso, se quiser engravidar ou parar de usá-lo.

A remoção do Implanon leva apenas alguns minutos e o processo é similar ao da colocação. Desta vez, no entanto, faz-se um pequeno corte no braço para a retirada do implante. 

No geral, você deve se sentir completamente normal após a retirada do Implanon. Seu braço pode ficar dolorido ou inchado ao redor do local do implante por alguns dias e, por algumas semanas, pode ser que a região pareça machucada.

Sentiu qualquer efeito colateral durante o uso do implante? Com o tempo, depois da remoção, esses efeitos desaparecerão. Além disso, sua menstruação voltará a ser como era antes (a menos que inicie o uso de outro método contraceptivo hormonal após a retirada do implante).


Se quiser continuar usando o Implanon  pode fazer a colocação de um novo implante durante a remoção do antigo.


Não quer mais esse método contraceptivo? Converse com o seu ginecologista sobre como mudar de anticoncepcional e escolha uma nova alternativa para você. Caso seu desejo seja engravidar após a retirada do implante, saiba que é possível engravidar imediatamente após a remoção do Implanon.

Compartilhe este post:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Agende via WhatsApp

Insira seu nome e telefone abaixo e redirecionaremos imediatamente o seu contato para nossa Concierge.